Shichi Fukujin: os significados dos 7 Deuses da Sorte

Shichi Fukujin: os significados dos 7 Deuses da Sorte
#Son Davi
Publicado por #Son Davi

Shichi Fukujin (Sete Deuses da Sorte) é um grupo de divindades que representam diferentes tipos de sorte e virtudes. Dentre estes, apenas um tem suas origens no Japão, o Ebisu. Os demais, são oriundos de divindades chineses e indianos, que foram assimilados ao longo dos séculos pela mitologia e cultura japonesa.


Acredita-se que os deuses começaram a ser adorados como um grupo a partir do século XV. Frequentemente, são retratados juntos em pinturas, esculturas, músicas e danças. Muitos templos e santuários no Japão são dedicados a um destes deuses ou, mais raramente, ao grupo todo.

Conheça os Sete Deuses da Sorte:

1 – Ebisu: o deus dos pescadores

Ebisu

Ebisu

Segundo a mitologia, Ebisu nasceu sem ossos e foi lançado ao mar aos três anos de idade. Ele conseguiu sobreviver e essa dura experiência o tornou poderoso. Mesmo após o crescimento dos ossos e o retorno à terra, permaneceu aleijado e surdo. Apesar de seus desafios, ele está sempre sorrindo.

 Ebisu é considerado o deus dos pescadores e do oceano. Também está associado aos negócios, a riqueza, a alimentação e a proteção das crianças. Além disso, ele representa a virtude da honestidade. Sua imagem é representada por uma vara de pescar na mão direita e um peixe grande na sua esquerda.

2 – Daikokuten: o deus da fortuna

Daikokuten

Daikokuten

Daikokuten era originalmente um deus guerreiro Hindu. Suas primeiras estátuas japonesas eram representadas por uma feição feroz, porém, com o tempo, foram assumindo um rosto risonho. Suas associações à guerra também foram deixadas de lado, tornando-se conhecido como deus da riqueza e da cozinha. Sua virtude é a fortuna.

Está sempre em pé ou sobre fardos de arroz e sua protuberante barriga indica que está bem alimentado e próspero. Na mão direita, carrega um martelo de madeira e sobre o ombro esquerdo leva um saco onde carrega tesouros.

Há também um mito de que Ebisu é o filho de Daikokuten. Os dois são muitas vezes colocados juntos com um terceiro deus,  Fukurokuju, constituindo os “Três Deuses da Fortuna”.

3 – Bishamon: deus dos guerreiros

Bishamon

Bishamon

Bishamon, também chamado de Bishamonten, é originalmente da Índia e é um dos quatro guardiões do budismo. É considerado o deus da guerra e dos guerreiros e o senhor da riqueza. Geralmente, é retratado em uma armadura segurando uma lança na mão esquerda e um mini pagode na direita. O pagode simboliza o tesouro que ele guarda e dá para as pessoas. Bishamon representa a virtude da dignidade.

4 – Benzaiten: deusa das artes

Benzaiten

Benzaiten

Benzaiten originou-se da deusa hindu Saraswati da Índia. Ela é a deusa de tudo o que flui, incluindo água, palavras, música e todo tipo de arte e conhecimento. Benzaiten é retratada carregando uma biwa (instrumento musical). Ela representa a virtude da alegria.

5 – Hotei: deus da felicidade

Hotei

Hotei

Hotei é o deus da felicidade e da abundância. Originário da China, ele é baseado na reencarnação de Maitreya, um santo budista. Ele é retratado como um monge budista careca, com uma grande barriga e que geralmente está sorrindo ou rindo. Hotei é o deus que representa a virtude da felicidade.

6 – Jurojin: deus da longevidade

Jurojin

Jurojin

Jurojin é o deus da longevidade e da sabedoria que se originou das crenças Taoístas da China. Vestido como um sábio chinês e sempre sorridente, o deus é retratado com uma longa barba, cabeça alongada e careca.

Jurojin anda sempre acompanhado do seu cajado e de um pergaminho. Considerado imortal, ele viaja sempre na companhia de animais como cervos, tsurus e tartaruga, símbolos da longevidade no Japão. Jurojin representa a virtude da sabedoria.

7 – Fukurokuju: deus da sabedoria

Fukurokuju

Fukurokuju

Fukurokuju é o deus da sabedoria, da longevidade, da felicidade e da riqueza que se originou na China. É retratado com uma barba longa, uma cabeça calva, uma testa extremamente longa e em um traje chinês longo. Às vezes, animais que representam longevidade estão representado ao lado deste deus.

Muitas vezes ele é confundido com Jurojin, pois compartilha muitas características semelhantes. Porém, acredita-se que Fukurokuju possui a capacidade de ressuscitar os mortos e de sobreviver sem comer. Fukurokuju representa a virtude da longevidade.